Quanto melhor o time, maiores as chances de sucesso e perenidade do negócio

O momento atual trouxe uma outra dimensão para a palavra “transformação” exigindo das organizações e das suas lideranças a capacidade de planejar e tomar decisões num cenário de incertezas e pouca previsibilidade para o futuro.

A transformação estrutural que estamos vivendo afeta os negócios e as pessoas, exigindo das organizações novas competências e habilidades, além de um estilo de liderança com o olhar dos novos tempos, que leve em consideração todos os públicos – funcionários, clientes, comunidades e a sociedade em geral.

Qual é o capital mais valioso

de uma instituição?

Se a produção em massa trouxe uma avalanche de produtos similares, o "plus" que pode fazer toda a diferença para o cliente na hora da escolha, e até mesmo na precificação, se faz cada vez mais pelo propósito, a trajetória da sua produção e o valor gerado para a sociedade. 

Motivadas, as pessoas produzem mais e melhor

Passamos de uma época em que o valor de uma empresa era medido por seu máquinário e suas instalações. Hoje, muitas das marcas mais valiosas não possuem nem instalações, nem maquinários. 

 

Em um cenário no qual tecnologias de produção têm se tornado mais acessíveis, qual é o ativo, qual é o capital mais valioso de uma instituição? A "prata da casa"! O que faz a grande diferença é o time de pessoas pessoas que se dedica e aposta no futuro da empresa. 

Hoje, o grande desafio das organizações não é só ter a capacidade de atrair, mas também a de reter os melhores talentos. Quanto melhor o time, maiores as chances de sucesso e perenidade do negócio.

 
group-of-happy-and-diverse-volunteers.jp

Programas de voluntariado corporativo

Para instituições que querem ir além de fazer doações.

 

Mesmo antes da pandemia, a sociedade já se voltava para o papel das empresas em prol de uma vida melhor, mais justa e igualitária para todos.

O surgimento dos critérios ESG – ambientais, sociais e de governança – intensificaram as pressões vindas de fora e de dentro das empresas. De investidores, a funcionários e clientes, a cobrança é cada vez maior para que as empresas levem em consideração os problemas humanitários, sociais e ambientais.

 

Uma ferramenta de desenvolvimento que vem ganhando força é o voluntariado corporativo. Além do poder de transformação individual, o voluntariado promove integração entre as equipes, engajamento  e auxilia no despertar de novas habilidades e competências, necessárias ao mercado de trabalho.

 

Sem as barreiras da hierarquia, o voluntário pode exercer em sua plenitude seu papel de líder: estimulando tomada de decisão, pressão, empatia e... inovação. 

Benefícios para as organizações:

O primeiro é, sem dúvida, trazer melhoria efetiva na vida de alguém. Dar chances, trazer esperança;

Equipes motivadas promovem um melhor ambiente de trabalho, maior integração e mais engajamento, o que se transforma em performance, inovação e perenidade empresarial;

 

Fortalecer reputação da marca;

 

Atrair e reter talentos;

 

Gerar impacto social efetivo;

 

Desenvolver senso de propósito... ou pura e simplesmente: Fazer o Bem;

Não existe uma receita única para construir um Programa de Voluntariado Corporativo. 

 

Construímos uma trilha em conjunto com nossos clientes. Ela vai desde a fase de planejamento e identificação de projetos, até a logística e preparação para o dia D, o momento da “ mão na massa”.  Essa mão na massa é o que desencadeia a sensação de bem estar e de bom humor que verificamos quando o voluntário se associa a uma causa, contribuindo para o bem de alguém.

 

Implementar um programa de voluntariado corporativo faz bem para todos os envolvidos: empresas, comunidades e empregados.

IMG_20191119_205107.jpg

Formação líderes

de

impacto

Sucesso no passado não garante o futuro

 

Se estamos vivendo a Era do Propósito, ela é também uma Era de muitas incertezas. E liderar num contexto de incertezas exige mais do que competências técnicas. 

 

O advento de critérios ESG, do Capitalismo Consciente e da busca de um propósito maior em paralelo ao retorno financeiro está redimensionando o papel dos líderes, que passou a ser maior do que gerenciar atividades.

 

As empresas e seus líderes são grandes referências na sociedade e é ela – a sociedade - que está pressionando por transformações. 

 

Qualquer transformação nas organizações precisa passar pela liderança. Enquanto as lideranças não internalizarem a transformação - da mentalidade - ela não sairá do papel. Afinal, as pessoas não mudam por decreto.

 

A formação “Líderes de Impacto” favorece a transformação cultural das organizações, já que amplia a consciência de suas lideranças sobre a crescente relevância das dimensões social e ambiental e seus impactos nos indivíduos, na sociedade e nos negócios. 

 

Com um conteúdo que cobrirá temas ligados à liderança, à estratégia de negócios, às mudanças no cenário externo e seus impactos no ambiente organizacional, a formação “Líderes de Impacto” é uma poderosa ferramenta para se entender o quanto líderes bem preparados – e políticas eficientes para formar as gerações futuras – influenciam o desempenho dos negócios.

Benefícios para as organizações:

Formar líderes  que  incorporem as necessidades sociais nas suas práticas de gestão aumentando o impacto nas pessoas, na equipe,  no resultado e na performance da atividade;

Formar líderes “mais responsáveis”, desenvolvendo foco em ações de longo prazo e perenidade da organização;

Incentivar a cultura de inovação: líderes capazes de decodificar as novas demandas da sociedade abre uma porta para a inovação e o desenvolvimento de novos produtos e soluções;

Renovar a cultura interna, potencializando uma nova visão de negócios;

Criar embaixadores da marca, desenvolver equipes engajadas e conectadas por um propósito maior; 

Propiciar a dimensão social para que os líderes empresariais se posicionem como atores de mudança. Questioná-los sobre a dimensão social do negócio;

Abrir os olhos para uma nova realidade que se impõe à realidade dos negócios;

 

Entender os riscos associados para a perenidade do negócio;

 

Analisar de que forma o eixo “social” faz parte das suas atividades;

 

Identificar e ajustar comportamento, promover melhorias, inspirar e liderar o time;

 

Conhecer as ferramentas para acelerar a mudança;

 

Aproveitar do network, da inteligência coletiva e da colaboração para agilizar a implementação de boas práticas.

   A quem se destina esta formação:

 

  • Líderes de equipes, futuros e atuais, e colaboradores que desejam entender como o impacto social pode contribuir para a perenidade e sucesso do negócio. 

  • Equipes de Marketing que estão em contato direto com consumidores e demais stakeholders.

  • Responsáveis por Inovação e Desenvolvimento de Novos Negócios.

 
site_edited.jpg

Semana

da Diversidade

Diversidade & Inclusão não são ações de Marketing

 

O tema Diversidade & Inclusão vem ganhando destaque e representatividade na sociedade. 

Mesmo com a publicidade dando mais visibilidade a grupos diversos, o que já é um grande passo para reduzir preconceitos, sabemos que isso só não é o bastante. 

É preciso que o discurso e as imagens– da porta para fora - sejam colocados em prática, da porta para dentro. E a sociedade vem cobrando cada vez mais coerência entre os discursos e as práticas empresariais.

 

Nossa Semana da Diversidade tem o objetivo de  trazer para toda a organização – e não apenas para o RH ou as equipes que lidam com clientes – diferentes perspectivas sobre o tema e seu impacto na vida das equipes e da empresa. 

 

Serão abordadas questões como raça/etnia, gênero, pessoas com deficiência, LGBTI+, crenças, gerações, saúde mental, dentre outros, sensibilizando para o respeito às diferenças.

 

Ambientes diversos costumam ser terrenos férteis para a inovação e a criatividade. 

 

Quanto mais pessoas com experiências diferentes estiverem fazendo parte de uma mesma equipe, mais chances de desenvolverem soluções, serviços ou produtos que integrem melhor  as necessidades e desejos dos clientes.

 

A diversidade é um espelho da nossa sociedade e as equipes devem estar preparadas para refletir interna e externamente essa realidade.

Gera Social

Formamos agentes de mudança social

  • LinkedIn - Black Circle
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram

Quer ficar sabendo dos nossos próximos eventos e de outros assuntos sobre o ecossistema de impacto social?

 

Acompanhe nossas redes

Gera Social. 2020